Vale afirma que vai analisar ‘inteiro teor’ de denúncia antes de se pronunciar

Bombeiros trabalham em resgate das vítimas de Brumadinho (Foto: Rodney Costa/picture alliance via Getty Images)

 

A Vale afirma que vai analisar o “inteiro teor” da denúncia do Ministério Público de Minas Gerais a respeito da tragédia de Brumadinho (MG) antes de se pronunciar formalmente a respeito. A mineradora afirma ainda que vai continuar contribuindo “totalmente” com as autoridades.

“A Vale reitera sua profunda solidariedade com os familiares das vítimas e demais afetados pela tragédia e sua confiança no completo esclarecimento das causas da ruptura”, afirma a empresa em comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na tarde desta terça-feira, 21.16 pessoas foram indiciadas pelo MPMG no âmbito do rompimento da barragem, entre elas o ex-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, que é acusado de homicídio duplamente qualificado.

+ Vale tinha uma caixa-preta de informações sobre barragens, diz promotor

Dos indiciados, 11 são executivos da Vale, e outros 5 da TÜV SÜD, empresa de auditoria independente.